CONHEÇA ESTA ZONA: as lojas, os serviços, os restaurantes, os imóveis à venda... (do lado direito), o que aqui se passa (nos posts)

.contacte-nos

.posts recentes

. Metro de Arroios - pára o...

. Universidade Intergeracio...

. Aromas e Temperos - Brasi...

. Os melhores pastéis de na...

. Livraria Leituria - Este...

. Espiral - programação

. Centro de yoga - Áshrama ...

. Aulas de guitarra, canto,...

. É uma cafetaria? Um resta...

. Uma breve história sobre ...

. Nova livraria na Rua D. E...

. Jardim Constantino e a te...

. Clube do Optimismo - Work...

. Câmara de Lisboa recusa-s...

. Assembleia Distrital de L...

. Equipa de rua inicia cont...

. Academia Sakura - yoga - ...

. Festas - tudo para

. Equillibrium Therapy Zen ...

. Biblioteca da Assembleia...

. Oeiras propõe que patrimó...

. Atividades para crianças

. Concerto| Espaço APAV & C...

. Aulas de guitarra clássic...

. Aulas Dança Oriental

. Espiral - entregas de eme...

. Loja Kombina - bicicletas...

. Padaria LOW-COST.COME abr...

. Nova loja de biquinis - F...

. Sacoor Bothers Outlet - s...

. Lojas de mobiliário - OO...

. Exposição na Assembleia D...

. Fábrica de Bolos - pela n...

. O Constantino do Jardim

. Aluguer de bicicletas - L...

. Aulas de Tai Chi e Chi Ku...

. Cinema no Saldanha Reside...

. WORKSHOPs

. Esquadra de Arroios vai f...

. Clube do Optimismo - Work...

.pesquisar

 
Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2012

Árvore no Jardim

No blog O Rouxinol de Pomares, o Jardim Constantino foi notícia:

 

Penso que é uma Ficus macrophylla, segundo a minha pesquisa, (felizes aqueles que conhecem os nome das árvores!), que com os seus 25 metros de copa fornece sombra suficiente para alguns lisboetas que matam o tempo jogando uma "suecada" nos bancos deste jardim lisboeta. Falo do Jardim Constantino, que deve o seu nome a Constantino José Marques de Sampaio e Melo, nascido a 18 de Agosto de 1802 em Torre de Moncorvo, vila transmontana que visitei há poucos dias e que aqui descrevi. Constantino José que veio de Tras-os-Montes para a Lisboa, veio a tornar-se um dos maiores e mais conhecidos floristas da época, com nome nas principais praças europeias.

Voltando à árvore, é, pelo seu porte e raízes, imponente, mas não é a arvore mais exótica que aqui se encontra, essa tem um porte mais pequeno e é mais rara e chama-se Melaleuca, que tem como particularidade a casca caduca. Lisboa tem mais de uma centena de espécies e mais de 600 mil árvores, fruto da nossa demanda pelo mundo e cujo clima mediterrânico propicia esta variedade.

fonte: http://rouxinoldepomares.blogs.sapo.pt/464743.html?view=2114663

 

publicado por projardimconstantino às 22:05
link do post | comentar | favorito
|

.SOBRE A ZONA

.subscrever feeds